terça-feira, 23 de agosto de 2011

A História do Petróleo e do Gás Natural.

Petróleo e Gás Natural

A história do petróleo e do gás natural

O petróleo e sua origem
Para entender melhor de onde vem a palvra petróleo vamos à origem dela. Petróleo vem da união de dois termos latinos, petra que significa pedra e oleum que significa óleo. Portanto fica fácil entender que o petróelo é uma substância oleosa formada fundamentalmente do carbono, hidrogênio e quase sempre enxofre e que como condições necessárias para sua formação precisa de rochas sedimentares, acumulo de substâncias orgânicas e condições termo-químicas apropriadas.

 O petróeleo é um líquido oleoso, cuja cor varia segundo a origem, oscilando do negro ao âmbar. É encontrado no subsolo, em profundidades variáveis (podem haver acúmulos à poucos metros da superfície terrestre, quanto a mais de 3 mil metros de profundidade) e é muito rico em hidrocarbonetos (HC).

O Petróleo e seus Constituintes
O petróleo é constituído, basicamente, por uma mistura de compostos químicos orgânicos: hidrocarbonetos parafínicos, isoparafínicos, naftênicos e aromáticos. Além dos hidrocarbonetos mencionados, o petróleo apresenta outros constituintes em menor percentual, compostos orgânicos contendo elementos químicos como nitrogênio, enxofre, oxigênio (chamados genericamente de compostos NSO) e metais, principalmente níquel e vanádio. Tais constituintes são considerados nocivos aos produtos, equipamentos e ao meio ambiente, sendo por isso considerados impurezas, devendo ser removidos em processos de tratamento específicos. Juntamente com o petróleo são também encontradas outras impurezas, como a água , sais e sedimentos.
A presença destes contaminantes irá implicar numa maior ou menor qualidade do petróleo. Quanto mais contaminantes, orgânicos ou inorgânicos, pior será sua qualidade. O quadro abaixo mostra alguns prejuízos à constituição dos produtos derivados dos hidrocarbonetos:

Tabela 1 - clique para ver no tamanho original.

Quando a mistura contém uma maior porcentagem de moléculas pequenas seu estado físico é gasoso e quando a mistura contém moléculas maiores seu estado físico é líquido, nas condições normais de temperatura e pressão.

O petróleo contém centenas de compostos químicos, separá-los em componentes puros ou de misturas de composição conhecida é praticamente impossível. O petróleo é normalmente separado em frações de acordo com a faixa de ebulição dos compostos.

Os óleos obtidos de diferentes reservatórios de petróleo possuem características diferentes. alguns são pretos, densos, viscosos, liberando pouco ou nenhum gás, enquanto que outros sçao castanhos ou bastante claros, com baixa viscosidade e densidade, liberando uma quantidade de apreciável de gás.

O petróleo serve de base para a fabricação de vários produtos como a gasolina, óleo diesel, benzinas, alcatrão, polímeros plásticos e até mesmo medicamentos, O petróleo possui vários derivados como, por exemplo, o gás natural, querosene, óleos combustíveis, lubrificantes e diesel e ainda nafta petroquímica e solventes.

Próximo Post dia 25/08/2011 - A História do Petróleo e do Gás Natural [2] 
- A classificação do Petróleo
- A indústria do Petróleo no mundo
- A crise do Golfo
- A indústria do Petróleo no Brasil.

Fonte: IBRAPEQ

Um comentário:

Anônimo disse...

echiley e vc q ta nesse site
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk